Fale Conosco
:: Sábado, 18 de Agosto de 2018 
A A A





Valid XHTML 1.0 Strict  CSS válido!
Sensoriamento Remoto

Linhas de Pesquisa

As Linhas de Pesquisa em que atuam os Docentes do Curso de Pós-Graduação em Sensoriamento Remoto são:



Análise de séries temporais de observação da Terra:

Pesquisar e desenvolver metodologias de extração de informações sobre a dinâmica do uso e cobertura da terra por meio da análise integrada de séries temporais de dados de observação da Terra.


Análise Espacial:

Desenvolver técnicas de análise espacial buscando revelar e descrever os padrões existentes nos dados geográficos e estabelecer, de forma quantitativa, os seus relacionamentos.


Comportamento espectral de alvos:

Estimular a formação de recursos humanos nas áreas de comportamento espectral de alvos nas faixas espectrais do visível, infravermelho próximo, infravermelho e avaliar o desempenho dos sensores de alta resolução espectral em ambientes tropicais.


Ecossistema terrestre:

Desenvolver metodologias de tratamento de dados coletados remotamente, geração de produtos temáticos, modelagem ambiental e a capacitação de pessoal para avaliar os processos hidrológicos e de produção primária dos principais ecossistemas brasileiros.


Geomorfologia:

Desenvolver técnicas de análise de Modelos Digitais de Elevação para aplicação nos diversos setores e áreas de pesquisa que requerem dados e conhecimento sobre o relevo: agronomia, geologia, biologia e gestão territorial.


Geoprocessamento:

Desenvolver pesquisa em Ciência da Geoinformação para construir metodologias e aplicações inovadoras que utilizam as diferentes representações computacionais do espaço geográfico. As áreas de atuação incluem mudanças de uso da Terra, estudos urbanos, saúde pública, modelagem ambiental e estatística espacial.


Mineração de dados geográficos:

Pesquisar e desenvolver metodologias de extração de informações usando técnicas de mineração de dados de observação da Terra e metodologias de integração de dados de diferentes fontes, relacionando informações de sensoriamento remoto com padrões e processos de mudanças de uso e cobertura da terra.


Processamento de Imagens:

Pesquisar e desenvolver metodologias e tecnologias de extração de informações a partir de técnicas de processamento e análise de imagens e dados de satélites de observação da Terra, com o objetivo de melhorar o conhecimento do território e do mar continental do Brasil.


Processos da hidrosfera:

Desenvolver pesquisas sobre a utilização de dados de sensoriamento remoto para o diagnóstico e a previsibilidade de variáveis ambientais marinhas e suas correlações com a produtividade, as flutuações climáticas os recursos do mar, e os recursos hídricos.


Sensoriamento aplicado aos recursos florestais:

Desenvolver a aplicação de dados adquiridos nos espectros do sensoriamento remoto óptico multiespectral e hiperespectral (visível e infravermelho próximo e médio), LiDAR e de micro-ondas na discriminação, modelagem de parâmetros biofísicos e caracterização de distintos alvos florestais, sejam eles de origem natural ou plantada.


Sensoriamento remoto aplicado à agricultura:

Monitoramento, mapeamento e estimativa de área plantada e produtividade das principais culturas agrícolas de interesse econômico; avaliar o potencial de dados de novos sensores na agricultura; desenvolver metodologias de processamentos de imagens como ferramenta para obter informações agrícolas; incorporar a tecnologia de SIG e de GPS para auxiliar na análise das imagens.


Sensoriamento remoto aplicado às geociências:

Desenvolver a aplicação de dados orbitais adquiridos nos espectros do sensoriamento remoto óptico e infravermelho médio e termal e de micro-ondas na discriminação multiespectral e hiperespectral de alvos geológicos, na fotogeologia e geoprocessamento.


Sistemas e métodos de planejamento e gestão territorial:

Desenvolver técnicas na área de sensoriamento remoto aplicado ao estudo do ambiente urbano utilizando sensores de alta resolução espacial e desenvolver metodologias para o monitoramento e manejo dos ambientes urbanos e rurais.